CÂMARA DE VEREADORES EM MAIS UM ESCARCÉU

Câmara de vereadores de Açailândia a cada semana se envolve em um espetáculo diferente, infelizmente quem paga o pato é a população.

Renovada em 60% o plenário municipal não avança para um novo patamar legislativo, em 01 de janeiro de 2021 as 10:30 horas da manhã, denotou as vidas dos dezessete vereadores, fato que serviu como desculpa para retirar um blogueiro do plenário nesse último dia 15, segundo o vídeo da sessão, o vereador Erivelton Trindade pediu que o mesmo se retirasse com a desculpa que o mesmo representava risco aos presentes.

 O blogueiro que no primeiro dia do ano acabou se desentendendo com alguns vereadores em meio uma sessão conturbada, de empurrões e palavrões, agora é tido como vilão, colocado como cidadão que oferece risco aos vereadores, afirmou o vereador Erivelton Trindade e Odacy Miranda. A manifestação do vereador Lucas na sessão do último dia 15, “Afirmando que o presidente daquela casa era o senhor Feliberg” em resposta às indagações do blogueiro que perguntou ao vereador Ceará se ele seria expulso da sessão, motivo da paralisação, do qual não houve a defesa de nenhum dos parlamentares presentes.

 Segundo o que apurou a redação em contato com os três vereadores Odacir Miranda, Lucas Alves e Erivelton Trindade, o fato aconteceu, porque o espaço reservado a imprensa estaria cheio, no qual foi pedido para o blogueiro fazer sua cobertura direto do plenário. para evitar aglomerações, Situação que não se vê no vídeo transmitido pelo Facebook.

 O vereador Odacy Miranda interrompeu o andamento da sessão, com questionamentos sobre credenciais de representantes da imprensa, e acrescentou que a câmara de vereadores deveria ter um critério para que representantes da imprensa possa ocupar o espaço reservados a e eles.

 O vereador Erivelton Trindade, pediu por questões de segurança, que fosse suspensa a sessão por 10 minutos até que o blogueiro se retirasse, caso contrário seria usado a força policial, o que não foi necessário, o vereador comentou que buscará meios que impeça o blogueiro de adentrar a casa por questões de segurança afirmou o parlamentar, que também é um profissional da imprensa. Os parlamentares afirmaram que não é a primeira vez que o mesmo interfere, manifestando-se contra ações na sessão, atrapalhando o bom andamento daquela casa de leis.

A atitude que foi repudiada pela imprensa local e por alguns blogueiros teve repercussão em todo Estado do Maranhão, o fato que parece mais um ato de vingança e perseguição ao blogueiro, constrangeu amigos e colegas blogueiros pela atitude tomada dos vereadores e pelo silencio dos demais.

O blog do Marcio Morais repudia qualquer tipo de censura e ataques a pessoas que fazem papel de imprensa e informa a população. Essa não é uma ação isolada a poucos dias outro profissional da imprensa teve seu jornal amassado e jogado no lixo por um vereador. O que aconteceu com o blogueiro é uma retrucada igual foi feita com o jornal (O Cronista). Símbolo de liberdade e democracia, o jornal impresso sempre foi o porta voz das opiniões nas ruas.

A censura de um blogueiro ou a qualquer outro veículo de informação por capricho político é pior que tempos ditatoriais nos dias de hoje, o equilíbrio é fundamental para que um legislativo alcance o ápice da maturidade para bons resultados. Não se pode usar a pandemia, para isentar uma ação errada.

Um parlamento ferido não produz, mas adoece, a população, nota que a vereança está carente de razão e responsabilidade para com os munícipes, prova disso é a falta de ações fiscalizadoras e negligencias em suas próprias ações aquela casa de leis, que pouco menos de quatro meses já estão envolvidos em atos de improbidade. A atual situação revela incapacidade, ingerência e desequilíbrio emocional. A falta de diálogo entre os parlamentares e desencontros políticos, está estampada em qualquer ato dentro dos corredores legislativos.

 A retirada de um representante da imprensa, por mais que esse ou aquele não goste do seu trabalho, não pode ser decidido, julgado ou amordaçado por aqueles que deveriam defender a liberdade de imprensa garantidas ao cidadão pela constituinte, esperemos que ações como a do ultimo dia 15 seja repensada por aqueles que desrespeitaram e constrangeram um cidadão que no oficio da sua função foi impedida de exerce-la.

 

Por

           Marcio Morais

 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

FELIBERG SAI DE FININHO PARA NÃO RECEBER PROTOCO DE SUPLENTE DE VEREADOR

UM POUCO DA HISTÓRIA DA VEREADORA ROBENHA DA SAÚDE

PRIMEIRO ANO DA ADMINISTRAÇÃO DO PREFEITO ALUISIO SOUSA