NOS BASTIDORES DO PODER

 ELEIÇÃO DA CÂMARA CAMINHA PARA CHAPA ÚNICA

Possível definição de chapa
 

- ELEIÇÃO PRÉ-DEFINIDA

Eleição da mesa diretora está caindo no colo do prefeito Aluísio, como já era previsto, a coligação “compromisso com Açailândia”, que elegeu nove vereadores tem o poder de decisão na eleição da mesa diretora da Câmara de Vereadores.

- DESCRÉDITO

O vereador Ceará estaria enfrentando dois adversários fortíssimos, o primeiro a rejeição moral, segundo traição de aliados que estaria a desembarcar no terreno republicano.

- COM A BOLA TODA

Feliberg que goza de popularidade por ser muito receptível e gostar da companhia de amigos tem boa aceitação e soube articular sua chegada como pretenso candidato a presidência da mesa diretora e fez uma composição de aliados que poderá levá-lo a presidência. Feliberg que já falava na presidência desde da disputa eleitoral está colhendo frutos das boas amizades que tem.

- CHAPA 1

Ficou definida os seguintes membros: Feliberg (Republicanos) – Presidente, Demazim (PP) – 1ª vice-presidente, Kell (PSDB) – 2ª vice-presidente, Erivelton (PL) – 1ª Secretário e Taís Brito (PDT) – 2ª Secretário.

- APOIADORES DA CHAPA 1

Quatro vereadores já declaram apoio a chapa de Feliberg, Lucas Alves (PODEMOS), Robenha (PL), que poderá compor no lugar de Erivelton (PL), Odacy (PTB) e Xanddy Sampaio (PP), que foi criticado por não entra na disputa de falastrões, escolheu uma chapa que dificilmente conhecerá a derrota.


 

 

- EXPERIÊNCIA

O prefeito mais uma vez prova que a experiência vence quando se trabalha mais do que fala, Aluísio que já disputou cinco eleições como vereador sabe como ninguém articular nos bastidores e conhece os caminhos das pedras.

- Lutando Contra Rejeição

Diante dos comentários que circula a respeito de um acordo entre Aluísio e Ceará, seria uma façanha conseguir levá-lo a presidência, o número de novatos eleitos, falam de uma política diferente, apostar em alguém que já esteve, feriria as expectativas dos eleitores que confiaram neles uma nova perspectiva.

- CHAPA 2

Uma segunda alternativa está difícil de se montar já que as coligações “Pra Frente Açailândia” e “Compromisso com Açailândia” se dividiu, deixando em maus lençóis Marcelo Oliveira, que só conseguirá montar uma chapa se unir-se ao atual presidente Ceará, o que seria ruim para ele.

- ZUNZUNZUM NOS BASTIDORES

Comenta-se, na cidade que um certo vereador havia discutido com prefeito por causa da eleição da mesa diretora e que o clima não seria dos melhores entre eles, também se fala, que, a chapa formada por um certo candidato poderá enfrentar problemas jurídicos. Segundo informações existe suspeitas de que dois vereadores eleitos não tenham se licenciado de suas funções empresarias o que acarretaria na anulação do mandato dos mesmos.

- OPOSIÇÃO!

 A definição da mesa diretora está gerando para o prefeito uma oposição que poderá gerar frutos para os cidadãos açailândenses e para cidade a melhor gestão de nossa história.

- E O PREFEITO?

Notar-se que o prefeito terá muito trabalho e precisará de um bom articulador para tratar com os vereadores da oposição, o que não pode negar é que Aluísio saiu de uma rejeição altamente inelegível com vitórias nas mãos inclusive da mesa diretora.

- SURPRESA

Lucas Alves (PODEMOS), que fez parte da coligação “Juntos Podemos” foi uma surpresa já que o mesmo falava de uma caminhada independente, parece ter mudado de ideia.  Tais Brito (PDT) e Odacy (PTB) que estavam na mesma coligação de Marcelo Oliveira “Pra Frente Açailândia” que pretendia disputar a presidência da mesa diretora da câmara, com a debandada para o grupo de Aluísio enfraqueceram ainda mais a liderança política de Benjamim de Oliveira.

- DECEPÇÃO AVISTA

Diante do quadro que está se formando, Benjamim sai enfraquecido por não conseguir manter sua base política eleita em 2020. O fato de não conseguir articular a presidência da câmara de vereadores de Açailândia para o seu grupo também é uma derrota decepcionante.

 

Por

    Marcio Morais

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

FELIBERG SAI DE FININHO PARA NÃO RECEBER PROTOCO DE SUPLENTE DE VEREADOR

UM POUCO DA HISTÓRIA DA VEREADORA ROBENHA DA SAÚDE

PRIMEIRO ANO DA ADMINISTRAÇÃO DO PREFEITO ALUISIO SOUSA