Anúncios

Anúncios

História de Açailândia

Açailândia Cidade Progressista


A construção da Rodovia Belém Brasília, conhecida como BR-010, deu vida a uns dos municípios mais ricos do Estado do Maranhão, no dia 19 de julho de 1958. A descoberta de um riacho e açaizeiros estabeleceu o ponto, estratégico para ligar a região, centro-oeste, norte ao nordeste do país. Por ser geograficamente bem localizado, terra fértil e devoluta, chover regulamente, começou a ser habitado por pessoas de vários estados brasileiros e do exterior.

 
Avenida Des. Tácito Caldas
 A RODOBRÁS - "Comissão Executiva da Rodovia Belém-Brasília", criada em maio de 1958 para construção da estrada Belém Brasília que cortava os estados de Goiás, Maranhão e Pará, permitiu em 1960 o trafego de automóveis se encontra em Brasília na caravana da Integração Nacional Promovida Pelo então presidente Juscelino Kubitschek.

 
Sede da Rodobrás onde Juscelino Kubitschek e sua Comitiva peinotaram 




A frente de trabalho que iniciou uma parte no Estado de Goiás e outra em Belém - PA, tiveram extrema dificuldade de seguirem o alinhamento por desconhecer a região, problemas técnicos no avião que fazia o abastecimento de combustível, alimentos e água potável, motivou o chefe dos trabalhadores acampados na Ladeira Vermelha, enviou alguns homens a procura de lagos, rios e caça por falta do reabastecimento da equipe, encontraram um riacho do qual beberam e encheram suas moringas, banharam. Denominaram aquele curso de águas de Riacho Açailândia, devido estarem familiarizados com indígenas que chamavam à terra de Lândia em sua língua Tupi Guarani significa solo fértil, ou bens de raízes, arvores frondosa que produz tinta amarela e tudo que nela se planta dá e a quantidade de açaizais.
FOTO: Trabalhadores as margens do Rio Açailândia
Diante dos acontecimentos uma pista de pouso e decolagem, ampla foi providenciada, para abastecer os trabalhadores da Rodovia Belém-Brasília, se tornando o campo oficial da RODOBRÁS, e o primeiro avião que nela pousou aconteceu por volta das 10 horas do dia 8 de agosto de 1958, pilotado por Major Henrique Peçanha Tomás, estava com ele na aeronave os engenheiros: Bernardo Sayão, José Mota, Carlos Teles, o fotografo Mário Fontinele e o técnico em radioamador José Alves de Araújo.
No dia, 1.ª de janeiro de 1959, um avião da FAB com o presidente da República Juscelino Kubitschek de Oliveira e seus assessores pousaram para ver o andamento das obras da Rodovia Belém Brasília e inaugura do escritório da RODOBRÁS e supervisionar. Construída em 1958 com enchimento de madeiras telhas de zinco e piso de cerâmica trazido de Anápolis-GO, em 8 de agosto 1958 o engenheiro Bernardo Sayão traz em sua companhia um técnico de radio amador o engenheiro José Mota e instalar o primeiro meio de comunicação em nosso município um Radio Amador   
Foto: Casa onde funcionou escritório da RODOBRÁS e Juscelino Kubitschek, sua comitiva ficou hospedado com ministros, governadores e políticos da época.

Naquele mesmo ano e mês após 14 dias da visita do presidente, um fatídico acidente ceifaria a vida do Engenheiro Bernardo Sayão de Carvalho Araújo aos 57 anos, vitimado pela queda de uma árvore em sua barraca, durantes as obras da Rodovia onde hoje está situada Açailândia–MA.
Presidente Juscelino Kubitschek, hasteando Bandeira, em 1.ª de janeiro de 1959, no campo de Pouso, onde Hoje é avenida mais movimentada de Açailândia que leva o nome do Des. Tácito de Caldas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário